Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mercadante recebe o apoio das lideranças sindicais

por Fernando Zocca, em 03.09.10

                  O senador Aloízio Mercadante, candidato do Partido dos Trabalhadores, ao governo do Estado de São Paulo, participou ontem (quinta-feira 2/9), de um encontro com sindicalistas, ocorrido na capital.

                No transcorrer do evento, Mercadante recebeu das lideranças, o documento Agenda da Classe Trabalhadora, que denuncia a ausência de negociação e o descaso do atual governo do estado, nas áreas da educação e saúde.

                “Eles esperam um governador que governe com o coração, que entenda o problema dos trabalhadores e olhe, principalmente, para a qualidade das políticas públicas, da educação dos seus filhos”, disse o candidato numa entrevista à imprensa.

                Mercadante assumiu o compromisso de atender as demandas apresentadas “fazendo o melhor para todos”, garantindo que valorizará os professores e melhorará a qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde. “Porque a saúde pública ainda é muito deficiente. Os trabalhadores ainda sentem muita deficiência quando precisam fazer uma cirurgia ou um exame de especialidade”, disse ele.

                 Além da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que promoveu o evento, participaram também a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), o PMDB Sindical, a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB-SP), a Força Sindical, a Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST-SP), o Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a União Geral dos Trabalhadores (UGT-SP).

                Os candidatos ao senado Netinho de Paula (PCdoB) e Marta Suplicy (PT), também participaram do evento e assumiram o compromisso de defender, no Congresso Nacional, a luta dos trabalhadores. Mercadante destacou a importância de eleger pela primeira vez, um negro e uma mulher, para o Senado pelo Estado de São Paulo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:17


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.







subscrever feeds