Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Estágio Primitivo

por Fernando Zocca, em 27.04.12


 

Quando o sujeito nasce estúpido, tornando-se ainda descortês pela educação, você não pode esperar nada dele que não seja grosseria.

O tosco não acredita que chacoalhar e arrastar pelo braço, o indigente vencido na calçada, seja falta de educação ou de bons modos. Imagine!

Na verdade o comportamento agreste é faceta não só do meliante intocável, mas de todo o grupo familiar que o circunda. O espesso objetiva impor respeito e dominação.

As atitudes ásperas, ríspidas, seriam prova de macheza do tal candidato a uma vaga nos centros de detenção e ressocialização do Estado.

Esse tipo de personalidade não deixa de ser um indicador do fracasso retumbante do modelo de ensino público municipal, e principalmente, do estágio primitivo em que se encontra.

Dentre outros fatores, a predominância desse agir danoso, indica a negligência ou o “não estou nem ai” das ditas autoridades políticas do município.

O que fazem esses senhores que, há décadas, vivem absorvendo a seiva pública? Nada mais do que praticando gestos que visem a manutenção perene das mamatas vergonhosas. E isso implica também em não mexer nos “vespeiros”, cultivados há mito tempo pelo comodismo.

Infelizmente a política para o desenvolvimento social em Piracicaba é uma vergonha, um fracasso retumbante.

    

27/04/12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56






subscrever feeds