Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Resgate das Almas Perdidas

por Fernando Zocca, em 26.07.11

 

 

                 Tão ou mais esquisito do que encontrar uma onça defronte sua casa é o comportamento do professor que simulou o próprio sequestro com o fim de extorquir dinheiro do pai.

            É certo que os salários dos mestres não são assim compensadores do jeito que deveriam ser, mas dai a praticar ato criminoso, à traição, visando equilíbrio, demonstraria dentre outras verdades, a condenável deficiência moral.

            A política a vigorar num bairro, que se diz civilizado, seria a de instruir os hipossuficientes em leitura e escrita, ao invés de estimular a agressão aos alfabetizados.

            Quando existe o ajuntamento do analfabetismo com o uso de estupefacientes (álcool e drogas) mais as crendices e as superstições, o resultado não é outro que não o subdesenvolvimento, o atraso, as agressões, os crimes e a deterioração do meio ambiente.

            O convívio social nessa situação torna-se difícil havendo o predomínio das incivilidades, das grosserias, da falta de educação, que muitos e muitos parentes e políticos procuram esconder ou minimizar.

            Nesse estado de selvageria onde há bastante dificuldade de acesso aos agentes bravios, o adestramento torna-se quase que impossível.

            O resgate dessas almas perdidas é missão espinhosa, bastante dolorida e que deixará marcas profundas tanto nos espíritas, quanto nos evangélicos e católicos apostólicos romanos.

 

Mudando de Assunto:

Veja o momento em que um jogador é atingido por um golpe covarde do adversário.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.







subscrever feeds