Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Violência contra vizinho

por Fernando Zocca, em 24.11.11

 

 

                 

Acabei de receber, nesse exato momento, 10h30min deste dia 24/11, quinta-feira, a visita de duas moças vindas num carro oficial da polícia.

       Uma delas me pediu os meus documentos informando-me que investigavam uma denúncia pelo 181, de que eu estaria  exibindo minha genitália para crianças da vizinhança.

       Quando informei à agente que era uma denunciação caluniosa, ela me respondeu que podia ser coisa de vizinho.

       Eu não duvido nenhum pouco que seja mais uma “aprontada” de pessoas desprovidas de qualquer civilidade.

       Nessa Rua Napoleão Laureano fomos atacados por Gabriel Donizete Bottene Harder, Daniela Cristina Leandro e Carlos Augusto Bottene Harder, numa confusão por eles mesmos arrumada.

       No dia 27 de Dezembro de 2007 o pai do Gabriel Donizete, Carlos Augusto Bottene Harder (foto), nos atacou à tijoladas, na esquina das Ruas Fernando Febeliano da Costa com a Napoleão Laureano.

       Apesar de tudo isso, as ofensas e agressões não cessam. Numa funilaria vizinha da minha casa, de propriedade da viúva do Carlos Augusto, Ana Maria Gandelini Harder, pessoas simulando trabalhar, lançam diariamente tinta no ar, obrigando-nos a manter as janelas fechadas.

       Essas pessoas têm parentes que trabalham na Esalq e apesar de serem alertadas das nocividades, incivilidades e uso irregular de imóvel nada fazem para adestrar corretamente os violentos.

      

       

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.







subscrever feeds