Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Dentadura Municipal

por Fernando Zocca, em 07.04.13

 

 

 

 

 

Passei, na sexta-feira de manhã, pela biblioteca pública municipal para assuntar o que diziam o Jornal de Piracicaba e a Folha de S. Paulo.


Depois de mais ou menos meia hora de leitura, cheguei a uma conclusão inegável: o que tem de funcionário público municipal desocupado, meu amigo, nem te conto.


Os caras podiam pelo menos disfarçar, fingir que faziam um serviço ou outro. Mas que nada. Na maior cara de pau, e em pleno horário de serviço, um grupo de pelo menos sete ou oito felizes ocupantes das sinecuras municipais, usufruíam os prazeres do ócio remunerado.


O prédio da biblioteca pública é majestoso, novo, grande e chique no último, mas o que tem de cabo eleitoral pendurado nos vistosos cabides municipais, não está escrito em nenhum livro de receitas.


O PSDB em Piracicaba é doutor, catedrático em cimento, areia, brita e construção civil pública. Esta característica incomum, talvez até ocorra por ter, nos seus quadros o arquiteto João Chaddad, um mestre que participou dos cálculos estruturais do Comurba.


Lembra do Comurba?


A tal instituição politica PSDB pode ser boa nestas coisas que envolvem licitações, empreiteiras, favorecimentos e superfaturamentos, mas naqueles itens (educação, segurança, saúde, transporte público), referentes às pessoas, eleitores, o pobre PSDB é inabilíssimo.


Pra quem precisa de assistência pública dentária o caminho burocrático é penoso. E bota penoso nisso.


Primeiro, o candidato à uma dentadura municipal, deve fazer ficha no posto de saúde do seu bairro.  Para isso ele tem de ter em mãos o CPF e o RG.


Feito esse cadastro o banguela deve marcar uma consulta com o médico deste mesmo posto, do bairro onde mora e, sabe-se lá quando isso ocorrerá, terá então, o nosso querido piracicabano, obtido o visto para uma consulta com o dentista do posto do Piracicamirim.


Se lá no atendimento do Piracicamirim acharem que o caso é de relevância, encaminharão o desdentado para o CEO da Rua Tiradentes.


Morou nos trâmites burocráticos? Não é mais confortável deixar a situação do jeito que está?


Os milionários que governam, há muito e muito tempo, esta pobre cidade, deveriam envergonhar-se das ações e omissões prejudiciais aos eleitores, responsáveis pela fortuna deles.


Seria bem interessante e curioso saber que além de favorecer empreiteiros milionários, o PSDB se preocupasse, um tantinho que fosse, em facilitar também a vida dos pobres desta terra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.







subscrever feeds