Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Posts recentes






O lobby Gay

por Fernando Zocca, em 24.01.14

 

 

O papa Francisco disse, recentemente, que a riqueza deve ser usada para diminuir a desigualdade social entre as pessoas.

 

O ensinamento veio também em decorrência dos embates entre grupos dentro da Igreja.

 

As pressões feitas por um lobby de padres gays conduziriam a situações causadoras de injustiças e inquietações.

 

Afinal dever-se-ia confessar crimes não cometidos, em virtude da suposta satisfação e serenização que isso pudesse significar?

 

Assumir um crime, por alguém que não o cometeu, garante ao verdadeiro criminoso um certo alívio na soma das suas condenações. 

 

Para o confidente poderia ser a garantia de que seria menos hostilizado pelos comparsas do bandido legítimo.

 

Percebe-se um recrudescimento dos noticiários negativos sobre o Vaticano ao mesmo tempo em que o Ministério Público brasileiro e suíço aprofundam investigações sobre o suposto cartel de empresas para a construção superfaturada dos Metros de S. Paulo e Brasília.

 

Até o presente momento apurou-se que alguns funcionários dos governos de Mario Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, todos do PSDB, receberam propinas que objetivavam a facilitação das empresas vencedoras, nas licitações para a construção dos Metrôs.

 

A empresa alemã Siemens, (em troca da leniência do poder judiciário que a processa na Europa) denunciou todo o esquema, informando que contratava outras para doar propinas a políticos e funcionários dos governos citados.

 

Envergonham o povo brasileiro os corruptos que agiram (ainda agem) nos esquemas licitatórios e os padres pedófilos que emporcalham a Igreja Católica.

 

O lobby gay formado por tais padres homossexuais teria tanta influência nas orientações da Igreja que os ataques sofridos por ela, vindos do planeta, não teriam precedentes em toda a sua história.

 

Mas e aí? O impedimento do ingresso de homossexuais na igreja configura preconceito. 

 

Contudo a exigência da castidade depois de ordenado, nem sempre é cumprida. 

 

E o resultado o mundo inteiro vê: escândalos inegáveis, condenações na justiça, e um enodoamento vergonhoso nunca antes visto durante toda a existência da instituição.     

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:34



Posts recentes